Artigo

A recriação da taxa de publicidade em Camaçari marca negativamente o Governo Elinaldo em 2018

Escrito por Julio Ribeiro em 31 de Dezembro de 2018
[A recriação da taxa de publicidade em Camaçari marca negativamente o Governo Elinaldo em 2018]

Jornalista Julio Ribeiro*

A recriação da taxa de publicidade contra os comerciantes de Camaçari marca a gestão de Elinaldo em 2018 como a mais voraz

A Prefeitura de Camaçari enviou ao Legislativo, que aprovou em 11 de dezembro passado em primeira discussão e votação, com 13 votos a favor e 6 contra, um projeto de lei que entre as mudanças proposta na Lei 1.039, instituiu a nova Tabela de Receita VI, que corresponde a regulamentação, a recriação Taxa de Licença de Publicidade.

Essa Lei 1.039 existe desde 2009, mas não era aplicada e não acontecia a cobrança das taxas, o que aliviava a carga tributária do setor produtivo.

Mas a vontade da atual gestão de arrecadar cada vez mais sobrepôs ao bom senso, não levou em conta a crise que o comércio está passando, nem a crise do desemprego que assola a nação, pois até uma criança sabe que o Brasil não aguenta mais a carga tributária, e carimbou a gestão de Elinaldo em 2018 como a mais voraz.

A mais voraz em outras palavras significa insaciável, popularmente falando parece como um saco sem fundo, que tudo que entra no caixa da prefeitura desaparece como fumaça, e nunca enche a barriga da classe política que administra Camaçari.

Ao invés de regulamentar essa lei, Elinaldo deveria era revogá-la.

*Julio Ribeiro é Jornalista Editor do site Camaçari Notícias

Seu comentário será muito bem vindo e útil.

[email protected]

[email protected]

Compartilhe!