Camaçari

Fiéis lotam Igreja de Santa Luzia na primeira noite do novenário na Gleba C

Escrito por CN com Assessoria de Comunicação em 05 de Dezembro de 2018
[Fiéis lotam Igreja de Santa Luzia na primeira noite do novenário na Gleba C]

(Fotos: Pascom)

Centenas de devotos participaram na terça-feira (04) da abertura dos festejos em louvor a Santa Luzia, padroeira da Gleba C, em Camaçari. Com o tema “Santa Luzia: Caminho de luz para os discípulos missionários” o novenário segue até o dia 12 de dezembro às 19h.

A cada noite um sacerdote ou diácono será convidado para refletir sobre uma temática, entre elas a iniciação a vida cristã, a família, relações fraternas, a luz da palavra de Deus e Evangelizar, a partir de Jesus Cristo, na força do Espírito Santo. Na quinta-feira (06) a novena será celebrada pelo bispo diocesano Dom João Carlos Petrini.

No dia dedicado a Santa Luzia, 13 de dezembro, a programação inicia às 5h da manhã, com alvorada de fogos, seguido de oficio às 6h e Missa dos enfermos às 8h. A procissão acontece às 18h e sairá da Praça dos 46 em direção à Igreja Matriz da Paróquia Santa Luzia, onde às 19h será celebrada a Missa Solene.

SANTA LUZIA

Santa Luzia é muito amada e invocada como a protetora dos olhos. Diz a antiga tradição oral que essa proteção, pedida a Santa Luzia, se deve ao fato de que ela teria arrancado os próprios olhos, entregando-os ao carrasco, preferindo isso a renegar a fé em Cristo.

Ela era de família rica, vendeu tudo, deu aos pobres e logo foi acusada pelo jovem que a queria como esposa. Santa Luzia, não querendo oferecer sacrifício aos deuses e nem quebrar o seu santo voto, teve que enfrentar as autoridades perseguidoras e até a decapitação em 303, para assim testemunhar com a vida, ou morte o que disse: “Adoro a um só Deus verdadeiro, e a Ele prometi amor e fidelidade”.

Todo aquele que dá sua vida por causa de Jesus Cristo, ou que sofre castigos e morte por não renegar a fé em Cristo, é considerado mártir pela Igreja Católica. Ela deu sua vida por Jesus Cristo e não renegou sua fé nem mesmo sabendo que morreria violentamente por causa disso.

Compartilhe!