Bahia

Pulseiras são distribuídas para identificar crianças nas praias

Escrito por G1 em 11 de Janeiro de 2019
[Pulseiras são distribuídas para identificar crianças nas praias]

Ao todo, serão distribuídas 50 mil pulseiras, em material sustentável que pode ser molhado e reutilizado. — Foto: Divulgação

Os pais que frequentarem as praias sob cobertura da Salvamar, trecho que vai do Jardim de Alah, em Salvador, até Ipitanga, em Lauro de Freitas, região metropolitana, até o final do verão, podem identificar os filhos com uma pulseira.

Nos acessórios, que são coloridos, existe espaço para preenchimento do nome completo e para o número de telefone dos pais ou responsáveis.

De acordo com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), os acessórios, que são distribuídos desde o dia 4 de janeiro, têm como objetivo aumentar a segurança e dar mais tranquilidade aos pais, responsáveis, e às próprias crianças.

Desde o dia 1º de janeiro deste ano, cerca de 50 crianças se perderam dos responsáveis na região da praia de Piatã, de acordo com a Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar).

Por conta disso, são distribuídas 50 mil pulseiras, confeccionadas com material sustentável, que pode ser molhado e reutilizado. Os interessados podem solicitar o acessório aos agentes da Salvamar, nas 38 bases fixas, e na sede do órgão, em Patamares, também na capital baiana.

Também são distribuídos 100 mil folhetos explicativos sobre a importância da identificação, com informações sobre os principais cuidados ao expor as crianças ao sol, além de dicas de saúde e prevenção.

A previsão é que a ação continue até o final do verão, entretanto, a Semop não informou uma data específica.

Compartilhe!